Páginas

17 de ago de 2014

Matilda Savitch

Editora: Intrinseca
Edição: 1
Páginas: 312
Ano de lançamento: 2012

Sinopse: Medo é algo que não existe para Mathilda Savitch. Ela encara o que a maioria das pessoas preferem nem mencionar: por exemplo, o fato de que sua querida irmã mais velha está morta, jogada na frente de um trem por um homem ainda à solta. Seu pais, consumidos pelo luto, agem como sonâmbulos. A missão de Mathilda é chocá-los para trazê-los de volta à vida. Sua estratégia? Ser malvada. 
Assim, Mathilda Savitch inicia uma investigação que expõe tudo o que a irmã possuía de mais secreto - e-mails, cadernos, qualquer coisa que sua determinação e astúcia consigam encontrar - no momento em que todos a seu redor querem apenas esquecer a dor. No entanto, o que Mathilda não sabe é que precisará arriscar muito, e deixar para trás tudo o que ama, a fim de descobrir a verdade.
Um livro de paixões impossíveis e humilhações devastadoras, que mostra como podemos ao mesmo tempo amar e odiar nossa família. 
Surpreendente, engraçado, comovente, estranho, verdadeiro, encantador e, no final, emocionante. 


“Como acontecem as coisas? Como acontece a vida da gente? Na maior parte do tempo, ela anda muito devagar e, por outra, chega até andar pra trás. Mas ai, um belo dia você é atirado no futuro e se descobre lá, bem no meio dele. Devia ser feito água, o futuro, mas parece lama, na verdade. A pessoa como que afunda nele”

Resenha: Mathilda não é nem um pouco igual os outros, tem uma imaginação que faz as pessoas se afastarem, fala oque não deve, age sem pensar, e fala coisas agressivas e sem noção, completamente louca!

A Historia toda é meio confusa, Mathilda tem um irmã: Helene, que morreu, e Mathilda acaba se sentindo culpada pela morte da irmã, e saí atras do ultimo amor de sua irmã, para descobrir quem foi o assassino.

O livro todo Mathilda tem um propósito: ser malvada, ela não tinha atenção dos pais que depois que a irmã mais velha se foi, não ligavam pra nada.
Cortava o cabelo, viajava para outras cidades sem avisar, trazia meninos para casa, entre outras coisas..
Enfim, apesar de ser diferente a leitura, eu gostei e recomendo.

O mistério do assassino no final ganha a trama toda, e você não consegue parar de ler pra no final descobrir o desfecho, e ainda torcendo para que Mathilda consiga ter o amor de seus pais de volta.


Será que ela vai voltar para mim? Será que algum dia tornará a me amar? Se eu quisesse ser ouvida por ele, teria de gritar. Porque, quando duas pessoas se amam, a gente tem que se tornar um intruso se quiser a atenção delas.








Nenhum comentário:

Postar um comentário