Páginas

26 de jun de 2014

Inferno

Editora: Arqueiro
Edição: 1
Ano de Lançamento:2013
Páginas: 448

Sinopse: Neste fascinante thriller, Dan Brown retoma a mistura magistral de história, arte, códigos e símbolos que o consagrou em "O Código Da Vinci", "Anjos e Demônios" e "O Símbolo Perdido" e faz de Inferno sua aposta mais alta até o momento. No coração da Itália, Robert Langdon, o professor de Simbologia de Harvard, é arrastado para um mundo angustiante centrado numa das obras literárias mais duradouras e misteriosas da história: O Inferno, de Dante Alighieri. Numa corrida contra o tempo, ele luta contra um adversário assustador e enfrenta um enigma engenhoso que o leva para uma clássica paisagem de arte, passagens secretas e ciência futurística. Tendo como pano de fundo poema de Dante, e mergulha numa caçada frenética para encontrar respostas e decidir em quem confiar, antes que o mundo que conhecemos seja destruído.


Resenha: Gentee!! Nem tenho oque falar desse livro, simplesmente estou apaixonada. O estilo de Dan me cativou demais, e eu não conseguia parar de ler!
Foi a primeira vez que eu li uma obra de Dan, e fiquei fascinada pelo jeito que ele joga obras e pesquisas históricas, parecia que você estava no mesmo lugar que os personagens, sentindo as mesmas coisas, incrível.
A unica coisa que me deixou desanimada foi o final, meio sem sal.
Não acabou tanto como eu esperava, Não crie expectativas. 

Algumas obras que são faladas no livro:






"Nada é mais criativo ou destrutivo do que uma mente brilhante com um proposito."














                                                         


19 de jun de 2014

Morte Súbita

                                               
 Editora: Nova Fronteira
         Edição: 1ª        
Ano de Lançamento: 2012
   Paginas: 512


Sinopse: Quando Barry FairBrother morre inesperadamente aos quarenta e poucos anos, a pequena cidade de Pagford fica em estado de choque.


A aparência idílica do vilarejo, com uma praça de paralelepípedos e uma antiga abadia, esconde uma guerra.

Ricos em guerra com os pobres, adolescentes em guerra com seus pais, esposas em guerra com os maridos, professores em guerra com os alunos… Pagford não é o que parece ser à primeira vista.


Resenha: Bom, tudo começa com a súbita morte de Barry Fairbrother, para um vilarejo pequeno e afastado de tudo, Pagford tinha muitas surpresas a revelar.
Depois do choque do passado, alguns cidadães se habilitam a vaga que foi de Barry Fairbrother no conselho da cidade, nesse ponto da historia temos a aparição do "Fantasma de Barry" causando uma Confusão, choque e alegrias de alguns.
O novo romance de J.K Rowling, é uma complexa trama que tem como forte cativar.


“Na sua opinião, o maior
erro de noventa e nove por
cento das pessoas é ter
vergonha de serem quem
são, é mentir a esse
respeito, fingindo ser
alguém diferente.”








O Guia do Mochileiro das Galáxias



                                               Editora: Sextante
                                               Edição: 1ª
                                               Ano de Lançamento:
                                               Paginas:832

Sinopse: Arthur Dent tem sua casa e seu planeta (sim, a Terra) destruídos em um mesmo dia, e parte pela galáxia com seu amigo Ford, que acaba de revelar que na verdade nasceu em um pequeno planeta perto de Betelgeuse.




                                          
   Resenha: Levei um tempo para me acostumar com o tipo de narrativa, mas considerei a ideia do autor de "Não entrar em pânico" para aproveitar melhor a viagem a bordo da nave "Coração de Ouro".
  Arthur Dent e Tricia Mcillan são os únicos sobreviventes do planeta Terra. Um planetinha considerado inexpressivo e sem grandes atrativos para o resto da galaxia. Justamente o planeta em que Ford Prefect, um "ET", que fica preso na Terra por longos 10 anos. E não é o tal planeta que é a chave para todo o sentido do universo?
  Apesar do humor, fica claro que o autor formula criticas mordazes à raça humano, e acaba fazendo cenas bem engraçadas, diálogos inteligentes, personagens engraçados, o livro, apesar de ser curto, é ótimo!
     E nunca se esqueça da sua toalha!



Ruby Sparks - A Namorada Perfeita

Lançamento: 2012
Duração: 1h44
Gênero: Comédia Romântica - Fantasia

Sinopse: O romancista Calvin (Paul Dano) sofre com perturbador bloqueio criativo que atrapalha o desenvolvimento de seu último livro. Com problemas também em sua vida pessoal, começa a criar uma personagem feminina poderia se apaixonar por ele. Daí nasce Ruby Sparks (Zoe Kazan), que inicialmente é uma personagem dentro de uma história, mas que pouco depois ganha vida e passa a conviver e se relacionar com Calvin pessoalmente.




Minha opinião: Assisti esse filme hoje 19/06/2014, e já fiquei louca pra postar pra vocês, porque fiquei APAIXONADA por esse filme. Quando o filme começou eu já pensei "Ah, vai ser o mesmo clichê de sempre, de todos os filmes românticos" Mas não é, é tudo diferente, muito lindo.

Começa assim, O Calvin é um escritor, renomado ainda, Só que ele tem dificuldades para escrever seu próximo livro. E um dia ele sonha com uma garota, É ai que começa, ele cria Ruby Sparks. Ele inventa o nome, data de nascimento, a cidade onde nasceu, os ex-namorados, como eles eram, muitas outras coisas. E Calvin acaba se apaixonando por Ruby, sua criação, e não consegue mais parar de escrever mais sobre ela, quando ela vira realidade.

No começo ele pensa estar louco, por estar-la vendo, mas daí percebe que todo mundo consegue ver-la. ele pode controlar tudo oque ela faz, absolutamente tudo!

Oque Calvin fez foi procurara a namorada perfeita - Taí o nome do filme - e como não encontrou, ele a inventou, criou, e ela acabou se tornando real.

Queria saber logo o final, pois não estava muito crendo que Ruby era real, mas afinal todos a enxergavam. Calvin decide enfim parar de escrever sobre ela, deixa-la livre. Até que um dia se encontram de novo.



Diário de uma Paixão


Editora: Novo conceito
Edição: 1ª
Ano de lançamento: 2010
Páginas: 256


Sinopse: "Não sou nada especial; disso estou certo. Sou um homem comum, com pensamentos comuns, e vivi uma vida comum. Não há monumentos dedicados a mim e o meu nome em breve será esquecido, mas amei outra pessoa com toda a minha alma e coração e, para mim, isso sempre bastou." Noah Calhoun Assim tem início uma das mais emocionantes e intensas histórias de amor que você lerá na vida... O livro é o retrato de uma relação rara e bela, que resistiu ao teste do tempo e das circunstâncias. Com um encanto que raramente é encontrado na literatura atual, O Diário de uma Paixão de Nicholas Sparks, o consagra como um contador de histórias clássicas, com uma perspectiva excepcional sobre a mais importante e única emoção que nos mantém. Com mais de 12 milhões de cópias vendidas, o livro que emocionou as pessoas ao redor do mundo, foi traduzido para mais de 20 línguas.


Resenha:  Bom, pra começar eu nunca gostei muito de ler sobre romances, mais sempre ouvi falar sobre esse livro e queria saber o porque era tão famoso. Então comecei a ler despreocupadamente, e percebi que a leitura era rápida e fácil.

A Historia conta sobre um casal, Allie e Noah, adolescentes que em uma Férias de Verão acabam se conhecendo, e então se apaixonam verdadeiramente, mas então tiveram de se separar. 
Acabaram ficando 14 anos separados (se não me engano)
Nesses 14 anos, Allie ficou noiva de Lon. Tudo está perfeitamente em sua vida. Mas então ela viu no jornal uma materia sobre Noah, reformando a mesma casa de anos atrás, e resolveu visitá-lo. Então quando chegou lá, contou que estava noiva, e foi um momento embaraçoso, mas depois de um tempo eles começaram a relembrar o verão, e acabaram a começar a sentir algo novamente. No outro dia ela voltou a casa dele, e então se entregou, e eles dormiram juntos.
E é ai que o livro começa. 

Allie terá que escolher entre Noah e Lon. E aí acaba a parte em que eles ainda são jovens, e mostra que no fim das contas - como já era de se esperar - Allie escolheu Noah.

Depois de algumas páginas, eu comecei a achar interessante, Noah tinha que conquistar Allie todo dia, pois ela estava com Alzheimer, e Noah também estava doente, todo dia ele relia as cartas e o diario que escreveu pra ela. E Noah ficava chateado a maioria das vezes, porque Allie não lembrava deles e do que sentia.

E mais perto do final do livro vai ficando cada vez mais bem escrito, até que acaba de forma bela e um pouco abrupta. E eu confesso que foi um final emocionante, daqueles que faz mulheres chorarem (porém eu não chorei).

Em suma, é um bom livro pra quem gosta de romances, já eu prefiro livros com mais ação, mitologia, etc..


Uma frase do livro que eu gostei: "Não sou ninguém importante, apenas um homem comum, com pensamentos comuns. Eu levo uma vida comum. Nenhum monumento dedicado a mim. Meu nome logo será esquecido. Mas em um aspecto, eu obtive sucesso como ninguém jamais teve. Amei alguém de coração e alma. E isso sempre foi o bastante pra mim."